click to enable zoom
searching...
We didn't find any results
open map
View Roadmap Satellite Hybrid Terrain My Location Fullscreen Prev Next
Pesquisa avançada
Pesquisa avançada
we found 0 results
Your search results

As ilhas

[ultimate_spacer height=”20″]

Faial

A ilha do Faial fica no Grupo Central das ilhas dos Açores, a cerca de 1600 quilómetros a oeste do continente português. A estrada circular em torno da ilha tem 54 quilómetros. A população é cerca de 15.000 pessoas, com cerca de metade delas a viver na principal povoação, a cidade da Horta. Existem bastantes estrangeiros europeus a residir no Faial, incluindo ingleses, alemães, suíços, belgas, franceses e holandeses e ainda sul-africanos, canadianos e norte-americanos. A segunda língua da ilha é o inglês e é muito falada.

Existem voos diários da companhia SATA de e para Lisboa e entre todas as outras ilhas. As infraestruturas do Faial melhoraram significativamente desde a adesão à UE e todos os produtos são fáceis de encontrar nos supermercados, mercado local e lojas especializadas.

As atracções turísticas do Faial incluem paisagens fabulosas, a caldeira, uma grande variedade de trilhoos pedestres, praias e zonas balneares em vários locais. A flora é variada e abundante e nos meses de verão as sebes de hortências azuis estão por toda a ilha. O Faial também é chamado a ilha Azul.

Pico

A ilha do Pico, assim chamada por causa da sua montanha imponente, é uma das mais belas e menos conhecidas ilhas dos Açores. Apenas superada pela ilha de São Miguel em termos da sua extensão, a “Ilha Montanha” jaz majestosamente no centro do Grupo Central de ilhas dos Açores, a cerca de 4,5 milhas nauticas do Faial e a 11 milhas da ilha de São Jorge.
A história do Pico foi feita com base nas suas tradições de caça à baleia e produção de vinho. Os famosos vinhos do Pico, a paisagem das vinhas, declarada Património Mundial pela UNESCO, bem como a construção de barcos de madeira são características permanentes do Pico. A caça à baleia, abandonada há muito, deu lugar a um movimento de conservação, estudo e observação de baleias, golfinhos e outros mamíferos marinhos. Viagens de observação destes animais ppodem ser organizadas a partir da Madalena ou das Lajes.
As erupções vulcânicas termionara há cerca de 300 anos. O Pico é considerado um vucão adormecido, acrescentando à mística da ilha e atraindo cientistas.
A paisagem do Pico é uma mistura elaborada de rocha vulcânica e vegetação exótica numa cenário sempre em mudança que envolve esta ilha não demasiado povoada. O Pico é a ilha ideal para muitas actividades: passear ou correr por trilhos pedestres, observação de aves, observação de cetáceos, nadar, pescar, btt, motocross, moto-quatro e mesmo espeleologia podem ser praticadas a maior parte do ano.
O Pico tem boas estradas e trilhos e não tem multidões. É uma ilha onde é fácil encontrar paz e sossego, mas tem sempre a opção de escapar para uma das vilas e experimentar a cultura vibrante dos festivais ocasionais. O Faial e São Jorge estão a uma viagem de ferry de distância. Como dizia um político local, o Pico é como a Califórnia dos Açores (antes da febre do ouro, pelo menos), pois oferece o sol, o mar, as planícies e a montanha. A ilha do Pico é mais agradável de Janeiro a Junho, embora como nas outras ilhas o clima possa ser algo imprevisível.

São Jorge

Os 60 quilómetros da ilha de São Jorge possuem alguns dos mais belos trilhos pedestres dos Açores. A ilha é um longo alinhamento de vulcões de diferentes eras. A largura varia entre 8 e 4 quilómetros e a paisagem é caracterizada pelas encostas íngremes cobertas de vegetação erguendo-se abruptamente do oceano a quase 600 metros de altura, nalguns locais.

Zonas planas chamadas fajãs estão por vezes na base destas muralhas cobertas de vegetação. As pequenas localidades que aqui se situam só podem ser alcançadas por trilhos íngremes e estreitos. As fajãs quase só existem em São Jorge e grande parte dos trilhos passa pelos velhos caminhos de acesso às fajãs, anteriores às modernas estradas. Algumas destas fajãs ainda hoje não podem ser alcançadas por estrada. Os trilhos são por vezes muito inclinados e passam por cenários espectaculares.

Compare Listings